como-a-sculptra-ajuda-na-reducao-de-rugas-dr-maatz-cirurgia-plastica-jundiai-sao-paulo-sp-brasil.jpg

Como a Sculptra ajuda na redução de rugas?

14/06/18 - Barra Base


O ácido L-poliláctico (PLLA), um bioestimulador de colágeno, injetável, conhecido como Sculptra, tem ganhado cada vez mais espaço na cirurgia plástica no Brasil. De origem francesa, o produto é utilizado nos Estados Unidos, França e Itália há mais de dez anos, e já foi aplicado no rosto de muita gente famosa como Catherine Zetha Jones, Nicole Kidman, Nicolas Sarcozy, Michele Pfeiffer, entre outros.

Segundo a companhia farmacêutica Galderma, responsável pelo produto no Brasil, o Sculptra é indicado para melhorar o aspecto da pele, suavizando rugas, vincos, flacidez, celulite, estrias e até cicatrizes de acne

Os resultados são graduais e duradouros: começam a surgir a partir da 3ª semana após a primeira sessão, e permanecem por até 25 meses. Um estudo americano, realizado com mais de 200 pacientes, mostra que 86,3% dos pacientes submetidos ao tratamento com o Sculptra ficaram satisfeitos com o resultado, mesmo após 25 meses.

A aplicação é realizada em consultório sob anestesia tópica (uso de pomada anestésica e métodos físicos, como gelo). A recuperação é rápida e o paciente não precisa ficar afastado de suas atividades habituais.

FACE: Pode ser aplicado no rosto para redefinição do contorno e reposição do volume facial (preenchimento), e para a bioestimulação de colágeno, melhorando a elasticidade da pele e sua textura superficial. Também é usado para flacidez do pescoço, no colo, na papada e para cicatrizes de acne. Muito indicado para atletas que perderam volume facial (diminuição da gordura) e para pessoas que já sentem os efeitos da passagem do tempo, com perda de contornos e flacidez cutânea.

CORPO: O Sculptra também pode ser aplicado na pele de diversas regiões do corpo. Ao ser injetado na derme profunda (a segunda camada da pele), o Sculptra ativa a produção de colágeno, aumentando a espessura da pele e tratando flacidez e celulite em diversas regiões como braços, abdome, glúteos e coxas.

CUIDADOS: O Sculptra não deve ser usado em pacientes alérgicos a qualquer um de seus componentes. Também não deve ser aplicado em pacientes que apresentem infecção ou inflamação cutânea no local da aplicação, gestantes e portadores de doenças autoimunes.

A aplicação do ácido poli-L-lático é segura, desde que seja feita por médico especializado (cirurgião plástico ou dermatologista) e com prática na técnica.

Raramente pode haver a formação de pequenos nódulos nos locais em que foi injetado. Na maioria dos casos, eles são pequenos e detectados apenas pela palpação. A boa notícia é que estes nódulos são facilmente tratáveis, por meio de injeção de uma pequena quantidade de soro fisiológico diretamente no interior deles.




Contato